Blog

Vacina contra o sarampo: tudo o que você precisa saber. SalutemPlus

Vacina contra o sarampo: tudo o que você precisa saber

Data de publicação: 02/08/2018 00:00:00
Categoria: Doenças
  • Compartilhar:

A partir do dia 6 de agosto todos os postos de saúde brasileiros entram em campanha de vacinação contra o sarampo, doença que voltou a alertar o país em 2018. Com mais de 700 casos confirmados na região norte do país, a vacinação é a única forma de se prevenir contra a doença.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite e Sarampo, cujo Dia D está marcado para o sábado, 18 de agosto, tem o objetivo de atingir no mínimo 95% das crianças do território brasileiro, e vacinará até mesmo as crianças entre 1 e 5 anos que já receberam as duas doses recomendadas de imunização como forma de reforço, desde que não tenham tomado a vacina nos últimos 30 dias.

Adultos também podem se vacinar, a recomendação é que sigam a rotina dos postos de saúde, já que o foco principal dessa campanha são as crianças.

A campanha vai até o dia 31 de agosto, mas a vacina fica disponível nos postos de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) durante todo o ano.


Quem precisa se vacinar?
O principal público da campanha de vacinação contra o sarampo são as crianças entre 12 meses e cinco anos de idade. Nessa faixa etária, os pequenos recebem duas doses de vacina: uma do tipo tríplice viral aos doze meses, e outra de tetra viral a partir dos 15 meses.

Além das crianças, pessoas não vacinadas até os 49 anos devem receber pelo menos uma dose da vacina.

Como funciona o esquema de vacinação?
Crianças entre cinco e nove anos que ainda não foram vacinadas recebem duas doses da vacina tríplice viral, com 30 dias entre a primeira e a segunda aplicação.
Dos 10 aos 29 anos, também são aplicadas duas doses da tríplice viral. Já no caso de adultos de 30 a 49 anos de idade, é necessária apenas uma dose desta vacina. Pessoas acima de 50 anos são consideradas imunes à doença.

Quem não deve ser vacinado?
Pessoas que já estão com suspeita de infecção pela doença não devem ser vacinadas, assim como as gestantes, que só devem receber a proteção após o parto. Para as mulheres que estão planejando engravidar, há um exame de sangue que pode atestar se já são imunes à doença. Caso não sejam, é recomendada a vacinação um mês antes de tentar engravidar.

Bebês com menos de seis meses e pessoas imunodeficientes também não devem receber aplicação da vacina.

A vacina protege contra outras doenças?
As vacinas usadas na prevenção do sarampo também previnem contra outras doenças. A tríplice viral, aplicada aos 12 meses de idade, age contra sarampo, rubéola e caxumba. Já a vacina tetra viral, aplicada a partir dos 15 meses, age também contra a catapora, além das outras três doenças.

Fontes

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim