Blog

Tuberculose: doença que mata mais de 4 mil brasileiros por ano SalutemPlus

Tuberculose: doença que mata mais de 4 mil brasileiros por ano

Data de publicação: 24/05/2018 15:03:00
Categoria: Doenças
  • Compartilhar:

Você sabe o que o monarca brasileiro Dom Pedro I, o escritor Franz Kafka, o compositor Frédéric Chopin e o poeta Castro Alves têm em comum? Todos eles morreram de tuberculose, uma doença que atinge aproximadamente de 70 mil brasileiros todos os anos, e leva cerca de 4.500 deles à morte.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a tuberculose é uma das 10 enfermidades que mais causam mortes no mundo. Infecciosa e transmissível, a doença afeta os pulmões, na maioria dos casos. Pacientes portadores do vírus HIV são os mais propensos a desenvolver tuberculose em outros órgãos.

Quais são os sintomas da tuberculose?
Alguns pacientes podem ser infectados pela tuberculose sem manifestar sintomas por anos. Porém, tosse com duração de mais de três semanas, tosse com sangue e dor ao tossir e respirar devem ser investigadas por um médico imediatamente.

Comuns a outros tipos de doença respiratórias, os sintomas relacionados à tuberculose são a tosse persistente, a febre, a perda de peso, a perda de apetite, os suores noturnos e a fadiga.

O diagnóstico dessa enfermidade é realizado por meio de exames clínicos, de imagem e laboratoriais.

Como é que se contrai tuberculose?
Causada por uma bactéria, a tuberculose é transmitida pelo ar. Ao espirrar, tossir, falar e até cantar, o paciente infectado com a doença transmite os bacilos da doença a outras pessoas. Ao longo do tratamento, o risco de infecção diminui, mas não deve ser desconsiderado.

Pessoas que consomem drogas como o tabaco, portadores do vírus HIV, diabéticos, pessoas malnutridas, ou pacientes submetidos a alguns tipos de tratamento de câncer estão mais propensas a contrair a doença.

Tuberculose tem cura?
A tuberculose é uma doença que tem tratamento e cura. Assim como outras doenças causadas por bactérias, o tratamento é feito por meio de antibióticos e dura, no mínimo, seis meses. Além da longa duração, o tratamento deve ser feito de maneira consistente e levado até o final, mesmo que o paciente se sinta melhor logo nas primeiras semanas.

Não abandonar o tratamento é a única forma eficaz de prevenir que bactérias resistentes permaneçam no organismo, o que pode gerar complicações.

Existe alguma forma de prevenção contra a doença?
Aplicada logo nos primeiros meses de vida das crianças, a vacina BCG é a principal forma de prevenção à tuberculose. Ao ser aplicada, a vacina deixa no braço uma cicatriz, que pode ser usada como um indicativo importante de imunodeficiência.

Caso a cicatriz não se forme, tenha tamanho maior que o comum, ou gere uma ferida que não se cicatrize, um médico deve ser consultado. Além disso, ínguas formadas no pescoço ou debaixo do braço, febre e mal-estar devem ser investigados.

Pessoas que convivem com pacientes tuberculosos também devem ser testados para a doença, para que possam ser medicados antes que ela se desenvolva.

Fontes:

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila
Designer: Raphael Alpoim