Blog

A polêmica origem do biquíni Ligado na Saúde

A polêmica origem do biquíni

Data de publicação: 12/03/2018 15:15:00
Categoria: Curiosiodades
  • Compartilhar:

Quem vê a brasileira desfilar pelas praias e clubes com biquínis fio dental, mal pode imaginar que em 1961, o então presidente Jânio Quadros proibiu seu uso nas praias - onde reinavam os maiôs. O conjunto de roupa de banho ousado, como conhecemos, que deixa à mostra o umbigo, foi criação do francês Louis Réard, em 1946.

O nome do conjunto de peças diminutas, feito em tecido com estampa de jornal, veio do choque esperado que o biquíni causaria na sociedade: foi nomeado em alusão ao atol do Bikini, no Oceano Pacífico, onde os Estados Unidos realizavam testes de bombas nucleares.

A história do biquíni é antiga, e existem registros do uso de peças parecidas na cultura romana, bem antes da "invenção" oficial da roupa de banho contemporânea. Com as mudanças na moda, dos vestidinhos e shorts, até o asa delta e o fio dental, o caminho até o modelo de biquíni de duas peças, como conhecemos hoje, foi longo.

À época de seu lançamento, o modelo era chocante e só começou a ser aceito depois de tornar-se figurino da francesa Brigitte Bardot nos cinemas, no final dos anos 1950. Apenas vedetes, bailarinas e artistas ousavam trajar os biquínis, que eram mal vistos pela sociedade tradicional.

No Brasil, o primeiro biquíni foi usado em 1948, pela alemã Miriam Etz. Como o conjunto deixava o umbigo à mostra, virou até notícia. Alguns anos depois, durante os anos 1960, a garota de Ipanema, Helô Pinheiro, usou e abusou dos biquínis, nas praias do Rio de Janeiro.

A ousadia da mulher brasileira já fazia história desde sempre e, em 1971, quando a atriz Leila Diniz posou para fotos com a roupa de banho diminuta, durante sua gravidez, foi duramente criticada. A imagem de Leila virou um dos símbolos do feminismo brasileiro nos anos 1970.

A partir daí as peças foram ficando cada vez menores, até que o fio dental, sucesso entre as brasileiras, surgiu em 1980. Hoje, discute-se quem pode ou não usar biquíni, de acordo com a forma do corpo. Mas a resposta é simples: basta possuir um corpo para usar!

Veja Também:

Fontes:

Tradutora e redatora: Daniela Souza
Revisora: Paula Ávila