Blog

cabelo no verão_cuidados

6 Dicas para cabelos fortes e saudáveis no verão

Data de publicação: 11/01/2018 11:08:00
Categoria: Beleza
  • Compartilhar:

Praia, piscina e passeios ao ar livre no verão podem ser grandes vilões para os cabelos. É difícil mantê-los sempre bonitos e hidratados sem cuidados especiais. Sol, piscina, vento ... os fios ficam expostos a diversas condições que os deixam fragilizados, quebradiços e sem vida, e, por isso, é preciso ter cuidado redobrado com eles.

É muito comum, salões e institutos de beleza serem disputados após o verão. Muitas pessoas precisam de procedimentos como hidratação, nutrição, restauração capilar entre outros, entretanto alguns cuidados devem ser tomados quando estamos expostos ao sol, água salgada, cloro, vento, dentre tantos outros inimigos dos cabelos.

Confira 6 Fatos revelados por médicos e outros profissionais da saúde sobre a saúde dos cabelos no verão.


#1- O calor não afeta a saúde dos cabelos

Apesar dos pequenos frizz que surgem com a umidade, não é o calor que afeta a saúde do seu cabelo, mas sim o excesso de exposição ao sol. O tecido capilar pode suportar temperaturas de até 180 ° antes que a queratina comece a ser danificada. No entanto, a luz solar irradia raios ultravioleta, que têm um efeito extremamente prejudicial para as fibras capilares. A luz solar literalmente degrada as fibras do nosso cabelo.




#2- Cabelos com tonalidade esverdeada

Alguns cabelos adquirem uma coloração esverdeada durante o verão, principalmente os loiros e descoloridos. Por que isso acontece? Segundo especialistas, isso dependerá da qualidade da água com a qual os fios estão em contato. Por exemplo, piscinas que tem seu abastecimento de água feito por meio de canos de cobre. Alguns resíduos de cobre podem ficar na água e quando se trata de um país quente como o Brasil, a rápida evaporação deixa uma concentração maior de cobre. A reação deste excesso de cobre no cabelo pode gerar a coloração esverdeada.



#3- Sais clorados em excesso

A água da piscina está fazendo seus olhos arderem? Então também é provável que seus cabelos estejam ficando ressecados. Apesar de ser ácido, o cloro, por si só, nem é tão perigoso assim aos fios. O que o torna tão prejudicial é a mistura dele com os sais clorados, ou seja, o material do corpo que se dissolve na piscina (suor, sebo, pele, urina etc.). É essa associação que provoca aquela sensação de ardência nos olhos e a degradação dos fios. O contato dessa água com os fios, provoca pequenas aberturas na cutícula capilar, deixando os fios mais expostos e vulneráveis ao baixo pH do cloro.


#4- Protetor solar para cabelos

Se você não gosta de usar chapéus ou bonés, procure utilizar um protetor solar para cabelos. Escolha protetores com fator de proteção acima do FPS 15 e reaplique o produto todas as vezes que você sair da água. Contudo lembre-se: associar a utilização de um protetor solar para cabelos com chapéus e/ou bonés pode potencializar essa proteção.





#5- Aplique condicionadores para bloquear a umidade

Se você for dar um mergulho, certifique-se de já ter aplicado um condicionador ou algum óleo capilar, de preferência o óleo de coco, ele ajuda a hidratar e proteger os fios. Isso ajudará a repelir parte da água e dos sais. É recomendado realizar este processo antes de entrar na água.




#6- Suco de limão não clareia o cabelo

Algumas pessoas têm o habito de usar suco de limão para clarear os cabelos. Entretanto os especialistas dizem que este é um dos maiores mitos do verão. O suco de limão possui um ácido suave que tem o efeito de fechar as cutículas do cabelo tornando-os mais brilhantes e sedosos, mas de modo algum provoca clareamento.





Tradução e redação: Gabriel Pinho
Revisão: Paula Ávila

Fonte: Netdoctor
Equipe médica do site: Netdoctor