Blog

4 Dicas para aproveitar ao máximo suas férias

4 Dicas para aproveitar ao máximo suas férias

Data de publicação: 04/01/2018 15:58:00
Categoria: Dicas de Saúde
  • Compartilhar:

É comum ouvir de amigos e pessoas próximas histórias de como os dias anteriores às suas férias foram os mais corridos de sua vida e, na hora em que saíram para o tão esperado descanso, acabaram por adoecer.

Neste período temos que dar conta de cumprir todos os compromissos de casa, escritório e ainda realizar o planejamento e organização da viagem, um verdadeiro turbilhão de atividades. Além disso o deslocamento para o destino das férias pode gerar desgaste físico e emocional, especialmente quando algo sai errado.

O estresse em excesso pode enfraquecer o sistema imunológico, tornando o organismo mais suscetível ao surgimento de doenças infecciosas (aquelas transmitidas por vírus ou bactérias).

Tentar estruturar melhor a rotina antes e durante às férias é um bom começo, mas, como sabemos que evitar o estresse e a ansiedade desse período é um pouco mais difícil, separamos algumas dicas que poderão melhorar a qualidade de suas férias e a longo prazo o protegerá contra problemas crônicos como diabetes, obesidade, doenças cardíacas, hipertensão e até câncer.

Veja como manter seu sistema imunológico funcionando corretamente durante as férias e o resto do ano.


#1 Faça escolhas saudáveis e nutritivas de alimentos e bebidas

Fazer escolhas alimentares saudáveis e nutritivas fortalecerá o seu sistema imunológico. Por outro lado, optar por alimentos pouco saudáveis podem acabar dificultando as funções imunológicas.
Confira alguns alimentos com grande potencial para melhorar o seu sistema imunológico:

Alho – Uma superpotência no que diz respeito a melhorias no sistema imunológico. O alho pode aumentar o número de células T que combatem os vírus na corrente sanguínea, amplia a resposta do seu corpo ao estresse e muito mais.

Grãos integrais - Quinoa, aveia e outros grãos integrais são ricos em carboidratos complexos que fornecem fibras. À medida em que a fibras se degradam no intestino, seus subprodutos geram microrganismos intestinais saudáveis que defendem o organismo contra vírus, fungos e parasitas. Um estudo publicado na edição de março de 2017 do American Journal of Clinical Nutrition, descobriu que os adultos adeptos a dietas ricas em grãos integrais tendem a ter uma função imunológica melhor em comparação com adultos que consomem dietas com grãos mais refinados.

Iogurte – Segundo um artigo publicado em março de 2013 na Critical Reviews in Food Science and Nutrition, a melhor opção de iogurtes são aqueles produzidos através de culturas vivas, como bifidobactérias e lactobacilos, que ajudam as bactérias saudáveis em nosso intestino a florescer. A flora intestinal beneficia o sistema imunológico eliminando organismos causadores de doenças, otimizando a digestão e fabricando certas vitaminas que nos protegem contra a diarreia, asma e doenças inflamatórias do intestino.

#2 Se programe para fazer exercícios

Exercícios regulares ajudam a manter nosso sistema imunológico funcionando adequadamente e dão suporte geral à nossa saúde. De acordo com um artigo publicado na edição de fevereiro de 2016 na revista Immunology and Cell Biology, pesquisas recentes sugerem que as atividades físicas também aumentam a função imunológica melhorando a circulação, aliviando o estresse e estimulando a produção de bactérias saudáveis no intestino entre outros benefícios. O ideal é fazer ao menos 20 minutos diariamente de alguma atividade física.


#3 Aproveite a família e os amigos

Ao longo da última década, vários estudos científicos demonstraram como os relacionamentos familiares e as interações sociais podem diminuir o estresse, nos fazer felizes e também fortalecer o nosso sistema imunológico. Por outro lado, a solidão e as interações sociais negativas podem aumentar o estresse e prejudicar a saúde.

#4 Procure ter uma boa noite de sono todos os dias

Muitas vezes dormimos mal nas férias, pois nessa época do ano costumamos atender a compromissos que fogem à nossa rotina. Dormir tarde todos os dias não ajudará. Segundo a National Sleep Foundation, instituição americana que pesquisa o sono, o corpo precisa de sete a nove horas de sono para recarregar as energias. Pesquisas recentes mostram que não dormir o suficiente tem um efeito imediato (e a longo prazo) sobre o correto funcionamento das células de nosso organismo. Isso significa que não dormir o suficiente pode torná-lo mais suscetível a doenças.

Confira algumas dicas para dormir melhor:

  • Certifique-se de que seu quarto está o mais escuro possível - Instale cortinas de bloqueio de luz nas janelas e cubra relógios digitais que podem liberar luz extra;
  • Durma em temperatura adequada – Procure deixar seu quarto na temperatura que seja o mais agradável possível;
  • Procure dormir e acordar nos mesmos horários - Um horário de sono rotineiro ajuda seu corpo a realizar funções noturnas importantes e melhora a qualidade do sono;
  • Desligue os eletrônicos pelo menos uma hora antes de dormir - A luz que vem de dispositivos como telefones, laptops e TVs enviam sinais para o cérebro que provocam a interrupção de liberação da melatonina (o hormônio que faz com que você fique com sono).


Redator e tradutor: Gabriel Pinho
Revisora: Paula Ávila